Francisco Makiese Vombo

culinária e panificação

Makiese veio buscar melhores condições de vida, principalmente para a filha, veio para o Brasil com uma variada bagagem de habilidades. Fugindo de um Estado que viola sistematicamente os direitos humanos, os angolanos só ficam atrás dos sírios em número de refúgios concedidos no Brasil. O grande aumento do fluxo de angolanos que chegam todos os dias às portas do Centro de Referência para Refugiados, mantido pela Caritas Arquidiocesana de São Paulo, é um sintoma de um país desgastado por quase três décadas de conflitos armados. A população angolana é vítima, cotidianamente, de graves violações de direitos humanos que podem se agravar com as eleições previstas para 2017.

Nome: Francisco Makiese Vombo   

País: Angola  

Idiomas: Português/Francês

Serviços de culinária e panificação: padaria artesanal (pães doces, salgados e integrais); salgados (quibes, esfihas, coxinhas); diversos pratos da cozinha africana.

conecte-se
Realização:
Apoio:
© 2017 Conectados. Todos os direitos reservados.