Real Black

Cultura hip hop/ Desenvolvimento e situação do Haiti.

Real Black teve o início de sua carreira como rapper em 2004 nas ruas do Haiti em Croix-des Bouquets, onde conheceu seu amigo Mario Love e El Negro Flow que o convidaram para vir para o Brasil e ser mais um integrante do Surprise69, Black, é compositor, músico(violão) além de rapper, fala também Criolo fluente, francês avançado, português avançado e inglês avançado!

Os recorrentes processos truncados de transição de poder, desde o fim dos regimes autoritários da década de 1980, demonstram que o Haiti ainda não conseguiu implantar um regime político democrático que a população identifique como legítimo e confiável. Quem visita o Haiti percebe a vontade do povo em construir seu desenvolvimento, misturado a uma miríade de atores internacionais.

A revolução haitiana inspirou os povos em busca da liberdade e independência em toda a América Latina, que por isso tem uma dívida histórica com o Haiti. Cabe, então, à comunidade internacional, em particular os latino-americanos e caribenhos, o apoio para que o povo haitiano possa definir uma saída democrática a mais um incerto período de transição, que ainda está repleto de tensões e pode se dar com distintas formas de violência. (fonte Carta Capital 2016)

Nome: Real Black

País/Cidade de origem: Haiti, Porto Príncipe

Profissão: Rapper (MC), músico

Idioma: Francês, inglês, criollo e português

Serviços: Tem feito shows pelo Brasil e América Latina.

conecte-se
Realização:
Apoio:
© 2017 Conectados. Todos os direitos reservados.